Bevtech

Prensas Pneumáticas

PREXA N – Prensa Pneumática de Tanque Fechado Sistema Vortex

Projetado principalmente para prensagem de uva flexível e para extrair mosto, as novas Prensas Pneumáticas Puleo apresentam uma longa série melhorias.

Referência PREXA N Categoria

PREXA N – Prensa Pneumática de Tanque Fechado Sistema Vortex

A Puleo desenvolveu um novo sistema, a patente exclusivo “Vortex”, que está ligado à ideia de prensar sob gás inerte com recuperação de nitrogênio para uma nova perspectiva, mais avançada.

A ideia de querer usar o gás inerte presente no tanque por pressão durante o ciclo de trabalho, garante a drenagem contínua consideravelmente mais importante do que qualquer outro tipo de pressão, com excelentes resultados no rendimento / qualidade do produto.

Além disso, graças ao “Vortex” que é gerado dentro da prensa, a parte do mosto que está dentro do tanque é imediatamente extraído e enviado para os tanques de armazenamento.

Um sistema de filtro purifica continuamente o nitrogénio em cada nível de prensagem, garantindo que o gás inerte não seja vetor de poluição devido a substâncias indesejáveis que pode ser liberado durante o ciclo de trabalho.

A Prexa N, por ser uma prensa híbrida, além de ser utilizada no modo VORTEX SYSTEM, pode funcionar em:

MODO SMART N

Operação com nitrogénio a perder.

Esta operação garante melhores resultados do que aqueles obtids com um padrão Prexa C, graças ao processo de extração que ocorre constantemente no ambiente fechado, na ausência de nitrogénio: a vantagem é que o o contato do produto com o ar será muito reduzido em comparação com o uso de uma prensa de tanque fechado.

MODO CLÁSSICO (PREXA C)

Operação baseada no mesmo princípio da Prexa C, com extração do mosto pelos canais de drenagem em vez de ser através da abertura dos bocais de drenagem de saída do mosto, permitindo a transferência do produto para uma bandeja de recolha externa.

Detalhes

– Enchimento eficiente graças a uma grande porta pneumática totalmente hermética.

– Estrutura totalmente em Aço inoxidável AISI 304.

– Bandeja hermética de recolha de mosto primário com porta de inspeção.

– Bandeja de recolha de mosto secundário sobre rodas com sistema de controlo eletrónico do nível com flutuador.

– Dispositivo para controlar a sobrecarga.

– Carga axial com válvula pneumática.

– Sistema “easyway” de manutenção da tela pressionando e desenganchando as calhas de drenagem.

– Interface “user friendly” com tela de toque colorida.

– Programa de prensagem “crémant” sequencial com prescrição pré-carregado de acordo com técnicas enológicas francesas.

– 14 programas de prensagem totalmente personalizável.

– Sistema de controlo duplo: automático (PLC) / manual.

– Bomba de mosto com impulsor borracha a bordo.

– Sistema de lavagem com recirculação automatizada.

– Inertização do tambor com gás para dispersar.

– Inertização da bandeja de recolha primária de mosto.

– Sistema automatizado de bagaço de descarga.

– Painel de controlo remoto ligado pedestal.

– Alças de extensão.

– Porta ampla ou dupla hermética pneumática.

– Seleção obrigatória bidirecional com válvulas pneumáticas.

– Banda de refrigeração não isolada.

– Rodas motorizadas.

– Assistência remota.

– Membrana (tela) em poliuretano em vez de PVC.

Ciclo de prensagem automática

Permite otimizar o ciclo de prensagem automaticamente, garantindo excelente qualidade e tempos de prensagem curtos.

Sistema de lavagem automatizada

O sistema de lavagem automática através da recirculação do água permite uma lavagem completa e precisa das calhas e de todos os pontos de contato com o mosto. No começo, a prensa racionará automaticamente a quantidade de água necessária, enquanto a bomba a bordo irá recircular a água em todo o circuito por um determinado tempo no início da fase. No final do processo, obtém uma fase de descarga de águas residuais.

Programa de prensagem “CRÉMANT”

Programa de prensagem sequencial “Crémant” com receita pré-carregada de acordo com a legislação vigente.

Sistema de fixação da membrana

Este dispositivo permite rápida montagem / desmontagem.

Estágios de prensagem sob gás inerte:

1. Saturação com gás inerte

Antes de iniciar a carga, o oxigênio é extraído do tanque e do circuito da prensa e gás inerte (nitrogénio) é injetado.

2. Carga da prensa

A Prensa é carregada por meio de carga axial.

Desta forma, as uvas já encontram um ambiente inerte dentro da Prensa.

Durante o carregamento, o grupo VORTEX suga o nitrogénio do tanque da Prensa, filtra-o e reinsere-o dentro, para favorecer o escoamento de mosto.

3. Prensagem sob pressão

A prensagem é realizada por meio da membrana impermeável à pressão com a introdução de ar comprimido.

Durante esta fase, o Grupo VORTEX suga o nitrogénio do cilindro da prensa e, com a depressão produzida, favorece a extração rápida do mosto que flui em direção à bandeja “fechada e numa atmosfera inerte”.

4. Prensagem em vácuo

No processo de prensagem, a fase de vácuo é efetuada por meio da bomba de vácuo que, ao produzir vácuo na membrana, determina o seu relaxamento contra as paredes do tambor da prensa. O grupo VORTEX envia o nitrogénio filtrado e pressurizado para o tambor da prensa para promover a drenagem do mosto para a bandeja de recolha fechada e para acelerar os tempos de prensagem.

5. Descarga e recuperação do gás inerte

Nesta fase, o grupo VORTEX começa a recuperação de nitrogénio por aspiração do mesmo do tambor da prensa e filtrando-o. Então, pode iniciar-se a fase de descarga do bagaço pela porta da prensa.

Automatizações Prexa Vortex

O operador pode controlar a operação em curso, acedendo à página de controlo apropriada.

Sistema de Kit Vortex

O COMPRESSOR VORTEX, com parafuso, é equipado com secador, projetado para tratar gases próprios para a indústria alimentar. Este ajuda a manter os padrões de qualidade e segurança superiores do produto final.

Grupos de Filtros estéreis micrométricos

Filtro A: realiza a primeira filtração de nitrogénio e depois é pressurizado e seco pelo compressor VORTEX.

Filtros B, C, D: eles refinam ainda mais a filtragem de nitrogénio pressurizado.

Depósito de recuperação de gás inerte

Tanque vertical de acordo com os padrões PED, verificado internamente e adequado para uso alimentar. Permite a transferência contínua de gás inerte e, além disso, permite manter e armazenar nitrogénio para ser usado novamente nos dias seguintes.

© Bevtech - Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por Gavinha | Agência de Comunicação